Documentário do Canal Brasil revisita longa “A Grande Feira”, de Roberto Pires

Documentário do Canal Brasil revisita longa “A Grande Feira”, de Roberto Pires

9 de novembro de 2018 Off Por Roberto Scalon

Nesta segunda (12), o Canal Brasil estreia “O Cinema Foi à Feira”. O documentário sobre os bastidores do filme “A Grande Feira”, realizado na década de 60 por Roberto Pires, numa Bahia que ainda aprendia a fazer cinema. Trazendo uma reflexão sobre um momento marcante da produção cinematográfica baiana e em particular, como um acontecimento real “imita” a tragédia anunciada neste que foi o filme seminal do cinema novo.

A película traz os depoimentos de Helena Ignez, Antonio Pitanga, Braga Neto, Rex Schindler, Sante Scaldaferri e Walter Webb. O registro explora o toque de cinema popular, característico do diretor, conhecido por utilizar o entorno como participante, e faz parte de um trabalho de resgate de sua memória. Paulo Hermida aborda ainda algumas questões curiosas, como o início conturbado na relação com Glauber Rocha e a utilização do Teatro Castro Alves (BA) como cenário do filme, procedimento possível graças à capacidade inventiva do cineasta em transformar espaços.

Em “A Grande Feira”, os moradores da feira permanente de Água dos Meninos – maior mercado popular da Bahia – são ameaçados de despejo por uma imobiliária. Inconformados, lutam com todas as forças para conservar o terreno. A trama acaba por revelar a cidade de Salvador sem preconceitos: a demagogia eleitoral, a política petrolífera, o racismo, a ideia de revolução e o imperialismo. A estrutura social aparece dividida entre ricos e marginalizados, em um universo marcado pela corrupção. No elenco Luiza Maranhão, Antonio Pitanga, Geraldo Del Rey e Helena Ignez.

“O Cinema Foi à Feira” estreia dia 12 de novembro, às 22h no Canal Brasil.

Comentários